Os serviços de provisão correspondem àqueles que geram produtos que podem ser utilizados direta ou indiretamente pelas populações humanas. No ambiente marinho destacam-se alimentos, combustível, plantas e animais ornamentais, extratos para produção de fármacos, recursos genéticos, etc. Os serviços de regulação estão relacionados aos processos que garantem a manutenção do funcionamento e das estruturas dos ecossistemas. No ambiente marinho destacam-se: purificação da água e do ar, regulação climática, proteção contra a erosão costeira, controle de patógenos, entre outros. Os serviços culturais consistem nos benefícios não materiais obtidos pelas populações humanas a partir dos ecossistemas. No ambiente marinho inclui-se: mergulho, recreação na praia, valores estéticos, herança cultural, fonte de inspiração, etc. Os serviços de suporte consistem naqueles necessários para a produção dos demais serviços. No ambiente marinho incluem: provisão de hábitat e berçários, formação do solo, produção primária, produção de oxigênio, ciclagem de nutrientes, entre outros.
Tipos de Serviço - Provisão
Legenda de Indicadores: Dados disponíveis Talvez com dados disponíveis Dados indisponíveis

Provisão de Alimentos

Está relacionada à capacidade do ambiente marinho em produzir biomassa (e.g: peixes, crustáceos, algas marinhas, etc) e em disponibilizar condições adequadas para produção de alimentos (e.g: maricultura, psicultura, etc).
Produção de Moluscos Está relacionada à capacidade do ecossistema marinho em manter as condições necessárias para a produção de alimentos (e.g: produção de vieiras, ostras, mexilhões e algas).
Produtividade de vieiras (dúzias/ha/ano)
Contaminação por Escherichia coli em cultivos de vieiras
Extração de Recursos Pesqueiros Consiste na capacidade do ambiente marinho em produzir alimentos que possam ser extraídos por meio da pesca (e.g: peixes, camarões) ou outras atividades extrativistas.
Captura total anual por unidade de esforço (CPUE) (kg/viagem/ano)
Frequência de peixes com comprimento igual ou maior do que o comprimento médio de primeira maturação
Tipos de Serviço - Regulação
Legenda de Indicadores: Dados disponíveis Talvez com dados disponíveis Dados indisponíveis

Purificação da Água

Está relacionada à capacidade dos ecossistemas em filtrar e decompor matéria orgânica e outros poluentes introduzidos no ambiente marinho por meio dos corpos d’água terrestres.
Diluição de Nutrientes É o processo relacionado à capacidade do ambiente marinho em manter o aporte de nutrientes de origem antrópica em concentrações abaixo de limites considerados nocivos. Esse processo pode ocorrer por meio da renovação da água na Baía (correntes e advecção), pela assimilação de nutrientes por organismos e deposição e acumulação de nutrientes no sedimento.
Índice de Estado Trófico Costeiro com base em clorofila A por imagem.
Dispersão e assimilação de poluentes É o processo relacionado à capacidade do ambiente marinho em manter os poluentes (metais, HPAs, outros) de origem antrópica em concentrações abaixo de limites considerados nocivos. Esse processo pode ocorrer por meio da renovação da água na Baía (correntes e advecção), pela assimilação por organismos e deposição e acumulação no sedimento.
[ ] de Zinco em tecidos de organismos vivos
[ ] de Chumbo em tecidos de organismos vivos
[ ] de Cádmio em tecidos de organismos vivos
[ ] de Mercúrio em tecidos de organismos vivos
[ ] de Ferro em tecidos de organismos vivos
[ ] de BTEX em tecidos de organismos vivos
[ ] de Fenóis em tecidos de organismos vivos
[ ] de HPA em tecidos de organismos vivos

Regulação Climática

Consiste no processo de regulação de gases do efeito estufa (GEE) e de outros gases que interferem no clima. O oceano age como um sumidouro para os GEE e outros gases lançados na atmosfera.

Processo / Função

Estocagem de Carbono
Estocagem de Carbono Consiste na capacidade dos ecossistemas em armazenar o carbono. Nos oceanos, o sequestro e estocagem de carbono ocorrem por meio de um processo físico, pela circulação termoalina – formação das águas profundas nos oceanos, e por meio de um processo biológico, pela estocagem pelo fitoplâncton e conversão pelo plâncton e outros animais do CO2 em carbonato de cálcio (CaCO3), para construir esqueletos e escudos.
Área total de manguezais
Conformidade do pH
Tipos de Serviço - Cultural
Legenda de Indicadores: Dados disponíveis Talvez com dados disponíveis Dados indisponíveis

Recreação e Turismo

Está relacionado às características do ecossistema marinho que permitem o uso pelas populações humanas visando o lazer, relaxamento, entretenimento e outras atividades.
Disponibilização de praias balneáveis Está relacionada à diversidade de praias na paisagem com qualidade adequada para uso (lazer) pelas populações humanas.
Percentual de praias balneáveis
Número de ocorrências de blooms/floração de algas por ano
Disponibilização de áreas para mergulho Está relacionada à diversidade de áreas no ambiente aquático com qualidade adequada para mergulho pelas populações humanas.
Satisfação na experiência do mergulho

Valores de Herança Cultural

estão relacionados à diversidade de paisagens, espécies e recursos naturais disponíveis, os quais possibilitam diferentes tipos de usos (diretos e indiretos) pelas populações humanas que habitam historicamente a região.
Disponibilização de Recursos Naturais Consiste na capacidade do ecossistema em produzir e manter a biodiversidade e os recursos naturais da paisagem, os quais podem ser utilizados, direta ou indiretamente, pelas populações humanas que habitam a região.
Iniciativas de turismo de base comunitária associadas ao Ecossistema Marinho
Uso da Área de Pesca por comunidades tradicionais
Tipos de Serviço - Suporte
Legenda de Indicadores: Dados disponíveis Talvez com dados disponíveis Dados indisponíveis

Provisão de Habitat

Está relacionado à provisão de ambientes adequados para a sobrevivência da diversidade de espécies.
Diversificação funcional Está relacionada à manutenção dos processos ecológicos, estrutura trófica e a complexidade estrutural originada pela diversidade das espécies.
Cobertura de organismos bentônicos geradores de complexidade de habitat
Diversidade de peixes recifais
Biomassa de peixes topo de cadeia

INDICADOR: BIOMASSA DE PEIXES TOPO DE CADEIA

Esse indicador está associado ao serviço ecossistêmico de provisão de habitat, e quantifica a biomassa de espécies recifais de peixes topo de cadeia. A desestruturação da comunidade de peixes, principalmente das populações de espécies que estão no topo de cadeias alimentares, influencia a cadeia trófica associada, afetando toda a biota marinha por efeito cascata.

Para o cálculo da biomassa são necessárias medidas de abundância e de comprimento, que são estimadas por meio de censo visual em mergulhos autônomos. Para o estabelecimento da linha de base para esse indicador foram utilizados os dados coletados durante a Avaliação Rápida de Biodiversidade (RAP) realizada em 2003 e 2004 na Baía da Ilha Grande, obtendo-se o valor médio de 4,41 g/m² para a biomassa de peixes topo de cadeia na BIG.

A esse valor de biomassa foi atribuída a nota 0,5, levando-se em conta o cenário mundial de declínio da biomassa de peixes nos últimos 100 anos¹. Para o cálculo das notas subsequentes deverá ser multiplicada a biomassa obtida no ano por 0,5 e o resultado dividido pela biomassa da linha de base.

VALOR OBTIDO PARA BIG (2004) = 4,41 g/m² NOTA = 0,5

Malha amostral

Radar BIG 2050
Fonte: Dr. Carlos Eduardo Leite Ferreira ¹ Villy Christensen, Marta Coll, Chiara Piroddi, Jeroen Steenbeek, Joe Buszowski & Daniel Pauly, 2014. A century of fish biomass decline in the ocean. Marine Ecology Progress Series, Vol. 512: 155–166.
Diversidade de zooplâncton por DNA Ambiental
Abundância de Sotalia guianensis (boto-cinza)
Área de uso de Sotalia guianensis
% de pontos com presença de Coral-Sol

INDICADOR: PORCENTAGEM DOS PONTOS COM CORAL SOL

Esse indicador mede a proliferação das espécies exóticas invasoras denominadas de coral-sol (Tubastraea tagusensis e Tubastraea coccinea) na Baía da Ilha Grande. Está relacionado ao serviço ecossistêmico de provisão de habitat, uma vez que essas espécies exóticas invasoras impactam direta e negativamente as comunidades bentônicas nativas de costão rochoso.

O valor do indicador é o percentual de pontos com a presença de pelo menos uma espécie de coral-sol em relação ao número total de pontos monitorados. A nota, por sua vez, obtém-se pela subtração de 1 pelo resultado da razão entre o número de pontos com presença de coral-sol e o número total de pontos monitorados.

Para a linha de base foram considerados os dados obtidos pelo monitoramento realizado pelo ICMBio em 35 pontos dentro da Estação Ecológica de Tamoios, que detectou a presença de coral-sol em 74% dos pontos amostrados em 2015, o que resultou em uma nota de 0,26. Em 2010, em 33% dos pontos amostrados na ESEC Tamoios foram registrados pelo menos 1 espécie de coral-sol, menos da metade do percentual obtido em 2015.

VALOR OBTIDO PARA BIG (2015) = 74% NOTA = 0,26

Malha amostral

Radar BIG 2050 Radar BIG 2050
Fonte: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio (http://www.icmbio.gov.br/esectamoios/publicacoes.html)
Densidade de recrutas de coral
Diversidade de Polychaeta em substrato não-consolidado
Formação de Berçários Está relacionada à capacidade de determinados ambientes em disponibilizar as condições necessárias para a reprodução e maturação de populações juvenis de espécies marinhas.
Área total de manguezais
Voltar ao Início